Para decoração da casa, opções de tapetes não faltam. Arredondados, retangulares, geométricos, lisos, estampados… No entanto, o que nos parece mais bonito nem sempre é o ideal para o espaço desejado. Os tapetes retangulares, por exemplo, são ideais para salas de estar, enquanto os redondos são recomendados para áreas mais informais, ou onde não há tanto espaço.

O tapete deve ser, de preferência, a última coisa que escolhemos na hora de compor a decoração de um cômodo. Desta maneira, evitamos que os elementos não se harmonizem, pois precisamos escolher uma opção que combine com a decoração que adotamos, e não montá-la em volta de um tapete – o que seria bem mais complicado. Se você gostar de um sofá estampado, é preferível um tapete neutro; se optar por paredes claras, é possível escolher um tapete colorido. Ele serve, portanto, como um toque final, a não ser que a ideia da peça tenha surgido após um tapete do qual você gostou muito.

O item é bem vindo em salas de estar, quartos e banheiros, mas evite colocá-lo na sala de jantar, pois alimentos podem cair. Salas de estar com televisão e tapetes felpudos são uma proposta aconchegante. No banheiro, procure sempre tapetes antiderrapantes. Já no quarto, a liberdade é maior, e a dica é investir em opções coloridas.

Por fim, se você possui alguém alérgico na família, opte sempre por tapetes de fibra sintética ou com tratamento antiácaro, para evitar maiores problemas.