Quando levantamos a questão de construir ou não um quarto em conjunto para irmãos, devemos levar em conta que, apesar do lado bom de dividir as coisas, a individualidade de cada um deve ser respeitada.

Cada um tem uma identidade e personalidade própria, vive seus momentos particulares e tem preferências e gostos diferentes do outro. Principalmente se eles forem gêmeos, tente diferenciar os objetos e camas de cada um e também não homogeneizar os brinquedos. Quanto aos móveis, separe os de cada um. A escrivaninha, por exemplo, deve ser individual, para que os horários de estudo não coincidam e não haja conflito.

Aqui, alguns exemplos de quartos de irmãos que geram um ambiente saudável.