@destaque-blog
Com tantos modelos, preços, acabamentos, funcionalidades e marcas disponíveis no mercado, comprar um fogão para casa não é uma tarefa tão simples assim. O primeiro passo antes de adquirir o eletrodoméstico é pensar nas suas necessidades e depois escolher o fogão ideal.

Confira aqui os diferentes modelos de fogões e veja qual é o da sua preferência.

De piso: com grande variedade de modelos no mercado a preços acessíveis, o fogão de piso funciona a gás e pode ter um ou dois fornos embutidos. De quatro a seis bocas, esse tipo é o mais convencional e ideal para a substituição de produtos já existentes, sem a necessidade de alterar o ambiente.

De embutir: se sua cozinha for planejada, a dica é investir em um fogão embutido. Não ocupa tanto espaço como os convencionais, por isso é uma boa opção para ambientes menores. Porém, apesar de possuir essa vantagem estética, em uma próxima substituição, o novo modelo deverá ter as mesmas dimensões do antigo para que o encaixe no nicho fique perfeito.

De mesa: chamados de cooktops, a principal vantagem desse modelo é a sua versatilidade. Instalado sobre uma bancada e de tamanho reduzido por não possuir o forno embutido, o fogão de mesa também é uma ótima saída para cozinhas de poucos metros quadrados. Existem no mercado modelos de cooktops de uma a cinco bocas, a gás, elétricos ou por indução, com diferentes acabamentos em inox, vidro e vitrocerâmico. Quem opta pelo vidro ainda tem a possibilidade de escolher cores distintas, das mais sóbrias às divertidas, atendendo ao desejo de cada um. Outra vantagem é que parte dos modelos oferecem sistemas que dificultam o acendimento por crianças e cortam a emissão de gás se a chama se apaga.

Industriais: desenvolvidos para o preparo de grandes quantidades de refeições. No entanto, eles não se adaptam na maior parte das cozinhas das atuais residências por falta de espaço. Há modelos disponíveis com bocas frontais de chama tripla e controle individual do queimador interno e externo.

A lenha: se a ideia é compor uma cozinha rústica ou colonial, esse tipo de fogão é uma boa alternativa. Porém, apesar de ser charmoso, ele apresenta desvantagens: o uso do modelo é bastante trabalhoso, porque o cozimento é mais lento do que em fogões convencionais e necessita da lenha para o seu funcionamento. Mas o fogão a lenha não precisa ser instalado somente na cozinha. Ele se encaixa perfeitamente em uma área social externa, estilo gourmet, garantindo mais beleza ao ambiente e ainda aquecendo o local em dias mais frios.

@tripa