interna_ita

O uso de cortinas em ambientes está na história, há muitos anos, mas ainda existem dúvidas de quando e como usá-las. Com os vários tipos disponíveis no mercado, fica ainda mais difícil escolher: clara ou escura? Lisa ou estampada? Curta ou longa? O ideal é optar pela necessidade do lugar em que será instalada e saber que além do papel principal de tornar o ambiente mais aconchegante, sua escolha também poderá influenciar em sensações de profundidade para o lugar.

Além de fazerem parte da decoração, as cortinas também garantem privacidade e luminosidade na medida certa aos ambientes. Para saber qual tipo escolher, você deve ter em mente algumas considerações: a primeira delas é não errar na medida. O ideal é que, além do tamanho da janela, a cortina passe 15cm nas laterais, partes superior e inferior. A altura do varão dependerá do tamanho do pé-direito – altura da parede: se o pé-direito for baixo, instale-o o mais próximo possível do teto, isso dará sensação de amplitude, se não, instale entre a metade da janela e do teto.

Na hora de optar pelo tipo de tecido, aqui vai o principal: os componentes internos, como móveis e decoração, são importantes na escolha. Lugares muito coloridos pedem cortinas de cores mais neutras, ao passo que lugares mais tranquilos e sem muita coloração pedem tipos mais alegres e estampados. Existem inúmeras opções de tecidos como voil, linho, seda, renda, fibras naturais, algodão, tergal, shantung, entre outros. Para manutenção mais fácil, a dica são os tecidos sintéticos e voil, enquanto a seda e o veludo, por exemplo, são para ambientes mais imponentes. Se a intenção for, além de decorativa, bloquear a incidência de luz, você pode usar junto uma camada de tecido mais grossa, os chamados blackout de PVC que ficarão por trás da cortina principal, bloqueando 100% de ações luminosas.

Ah, se você tem dúvidas quanto a usar cortinas ou persianas, aqui vai uma dica: tudo vai depender do ambiente e de como elas irão harmonizar, por isso ,você pode optar por mesclar os tipos na sua casa, usando cortinas na sala e persianas nos dormitórios, por exemplo. As persianas acabam sendo ótimas opções para ambientes pequenos, pois não ocupam tanto espaço.

Já fez sua escolha? Então, aproveite. 😉