@destaque-blogA iluminação é um dos fatores mais importantes na decoração. Quando bem feita, ajuda a valorizar objetos e móveis, e pode mudar a estrutura do ambiente. Além disso, a escolha da lâmpada mais adequada para cada uso influencia diretamente no conforto visual.

Quatro tipos de lâmpadas são os mais usados em áreas residenciais: incandescentes comuns e alógenas, fluorescentes e de LED. Além de conhecer as vantagens e desvantagens de cada tipo, é importante levar em conta a temperatura da cor da lâmpada. Medida em graus Kelvin (K), a temperatura exprime a “aparência” da luz que, em uma escala simplificada, pode ir de um espectro amarelado (menor Kelvin) a uma luz branco-azulada (maior Kelvin). Para locais de relaxamento, por exemplo, são indicadas as lâmpadas amareladas, enquanto espaços de trabalho precisam de luz neutra ou azulada.

Uma dica dos especialistas é adequar a iluminação para cada ambiente da casa. Em muitos projetos, a sala de estar é um espaço múltiplo, porque serve como área de convívio familiar, sala de TV e local para recepcionar visitas. Para atender às diferentes demandas, é recomendável criar “cenas” através de circuitos luminotécnicos independentes.

Por exemplo, para assistir a um filme, a “cena” mais adequada é a criada por luminárias de luz indireta e efeito amarelado, que proporcionam um clima aconchegante. Para atender a função social, porém, uma iluminação geral que distribua a luz uniformemente é essencial. E, ainda para esse tipo de cômodo, pode haver a necessidade de criar áreas com iluminação específica para determinada tarefa, como ler, que exige luz focada e direta.

Ilumine as cores
A iluminação também terá de combinar com a decoração para harmonizar e não desequilibrar os ambientes criados. Em geral, as cores de uma determinada divisão são favorecidas pela distribuição de vários pontos de luz, no entanto, as cores beneficiam sempre com uma iluminação similar ao seu próprio tom.

Por exemplo, as cores quentes são realçadas com luzes incandescentes que também são aconchegantes, ao contrário do azul ou verde que combinam melhor com as chamadas “lâmpadas dia”. Para que as cores brilhantes e intensas ganhem ainda mais vida, escolha lâmpadas halogéneas claras. Como o branco é, por natureza, um excelente refletor de luz, combina muito bem tanto com a luz artificial, quanto a natural.

@tripa