@destaque-blog

Enganam-se aqueles que cozinham e pensam que a apresentação não é a “alma do negócio”. As refeições são compostas por um momento prazeroso e para se tornar melhor inclui chamar atenção do que está sendo oferecido. Afinal, atire a primeira pedra quem nunca saboreou uma comida apenas por achá-la bonita ou com um aspecto atraente.

A decoração, em geral, envolve o bom gosto pessoal de quem está produzindo. Mas, como é possível traduzir o sentimento de um chef de cozinha ou de quem preparou a receita para se tornar tão agradável ao ponto de seduzir quem vai degustar o prato?

Em tese, não existe uma regra específica para a apresentação. No entanto, algumas dicas simples podem auxiliar você a tornar a refeição mais bonita. Na hora da montagem, é importante ficar atento a harmonia entre os itens.

Você pode subdividir, de forma imaginária, o espaço onde ficará cada elemento em nove partes iguais. Para isso também é preciso utilizar quatro linhas retas, duas horizontais e duas verticais. Depois cada parte corresponderá a uma subárea e todas as nove subáreas formadas pelas intersecções das linhas serão idênticas. Por fim, cada divisão das áreas precisa ser subdividida em três partes iguais. Aplique a regra dos terços para buscar o equlíbrio visual.

@tripa